sexta-feira, março 30, 2007

Passear é bom

Enquanto parte de mim

pára,

a outra se sacode
corre pula dança
que nem criança
mostra a língua,
vê se pode.

Inanimado

Já cantaram a pedra por aí. A inércia pode ser o pior inimigo do homem quando se está parado.
Entao que atire a primeira peRda quem nunca se sentiu que nem rocha;
inerte;
imóvel;
inútil;
idiota.
Fútil!

Impossível impulso,
impasse.
Nao faço.
Me mexo,
mas quero Acontecer.

sexta-feira, março 23, 2007

BPM

Tum tum, tum tum.
tum tum, tum tum.

Cês escutam?
Tenho certeza de que sim. Impossível nao ouvir.

Uma semana em que o coraçao bate forte assim só pode ser boa.
Será a nova bicicleta?
A contagem regressiva para Amsterdam?
Será a promessa de uma noite de dança madrugada adentro em plena segunda-feira?
O ingresso adquirido para o maior festival do verao?
Os 5km percorridos em 30 minutos?
A Grande visita de Maio?
Será a temperatura que sobe?
Os amigos que caem do céu?
A saudade dormente como um braço que ficou muito tempo espremido debaixo do travesseiro?
Um suspiro de liberdade incontrolável?
Ou simplesmente essa música fantástica que toca bem alto?

É a falta de certeza que pulsa. Frenética, faz circular um ai, um bah e um uuuuuuhuuuuuuuuuuuuuu!

quarta-feira, março 21, 2007

Espera

Debaixo das cobertas, meus pés pedem meias. "Nao é maio!", me gritam, meio duros.
A primavera fez que veio. Ao meio passo, recuou. O sol tem jeito de fingido, porque nao mais aquece tanto nossa tarde. Esse ar frio passa com pressa pelas ruas. Corre, percorre, varre as quadras de oito lados do Eixample. O sacana leva consigo uma estaçao apenas paquerada.

Olé! Deixa a ola de frio passear...

segunda-feira, março 19, 2007

Por mais espontaneidade no mundo


Hay unos tipos con una alta inteligencia cognitiva y una escasa inteligencia social.
Foco para las burlas, por la dificultad en el trato con los demás, por el desconocimiento de los códigos de relación y por tener aficiones raras a las que se dedican de manera obsesiva.

El nerd es un elemento germinal de lo que denominamos friki.

Existe, además, un personaje castizo emparentado con el frikismo más obsesivo: el espontáneo, una figura pegada al arte de la tauromaquia con más afición que dotes.

El espontáneo irrumpe en escena y se atreve a realizar algo sobre lo que tiene poca o ninguna destreza, se lanza a la plaza de toros, en ocasiones con la única defensa que su propia chaqueta, para participar activamente del toreo, arriesgando su vida y arruinando el espetáculo, o bien ofreciendo uno diferente.

El espontáneo encara la irrefrenable manifestación de las pulsiones.

*Antonio Ortega - Director y creador del Festival Espontáneo. Marzo/2007. Centre D'Art Santa Mònica, Barcelona.

sexta-feira, março 09, 2007

While I take a sip of my bitter coffee


No meu sonho, uma vasilha cheia de leite. Uma camada mais espessa, parecendo um cobertor enrugado flutuava no centro. É, o leite já tinha sido fervido há algumas horas. Estava na pia, frio. Quem o ferveu? Quem o deixou ali? Quem ia tomá-lo? E quando?

Sei que o leite era o tempo que passou e eu não vi.

Agora já é ontem e quero chegar antes de o amanha ferver. Já é ontem! Já é tarde! Já é tarde, sou o coelho da Alice me metendo nos buracos e querendo me perder nos outros mundos. Tenho pressa! Lá vou eu.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin