sexta-feira, agosto 28, 2009

You are what you eat

Retired Train Conductor | Jackson, MS | 1-Person Household | Started Meals on Wheels in his community | 2008

Mark Menjivar passou três anos viajando pelos Estados Unidos para fotografar uma multiplicidade de geladeiras, cujos donos têm perfis igualmente variados: republicanos, vegetarianos, solteiros, camioneiros (será que dá pra saber quem é quem só pela geladeira?).

O objetivo deste trabalho é explorar como a comida nos influencia enquanto indivíduos e comunidades, o que ela constrói (ou desconstrói) sobre nossa identidade.

As imagens têm uma estética forte, um colorido contrastado com a frieza do branco das caixas geladas. São lindas e provocantes. Mas já reparou na quantidade de plástico necessário para "empacotar" cada alimento? Essa foi a questão que o coletivo Basurama levantou em seu blog (eu ja falei deles por aqui e, possivelmente, falarei mais).

A refrigerator is both a private and a shared space. One person likened the question, "May I photograph the interior of your fridge?" to asking someone to pose nude for the camera. Each fridge is photographed "as is." Nothing added, nothing taken away.

My hope is that we will think deeply about how we care. How we care for our bodies. How we care for others. And how we care for the land.
Mark Menjivar


Botanist | Ft. Wayne, IN | 1-Person Household | Feels more comfortable among flora and fauna of his era than people. | 2008

Bar Tender | San Antonio, TX | 1-Person Household | Goes to sleep at 8AM and wakes up at 4PM daily. | 2008

Midwife/Middle School Science Teacher | San Antonio, TX | 3-Person Household (including dog) | First week after deciding to eat locally grown vegetables. | 2008

Owner of Defunct Amusement Park | Alpine, TX | 1-Person Household | Former WW II Prisoner of War | 2007

quinta-feira, agosto 27, 2009

Regalito

Quando as pessoas me perguntam "e aí, Carol, que tu tá fazendo aí na Europa?" a resposta nem sempre sai fácil.
Faço muitas coisas. Muitas mesmo. Colaboro com revistas e blogs brasileiros, me aventuro criando e produzindo projetos vinculados a cultura, procuro trabalho por aqui (ai, la crisis!) e agora até comecei a apresentar um programa de rádio. Mas já fiz dublagem, produção audiovisual, já fui chefe de redação, promotora, tradutora, vendedora, garçonete e até pseudo-diretora de arte.
Tudo isso sempre de olho nas palavrinhas mágicas: criatividade e inovação. Elas e a curiosidade são o que unem tudo que faço; são os ovos que dão a liga nessa minha gororoba.

Baita nariz de cera aí em cima só pra fazer o gancho com os caras da YP, que deram um workshop do qual eu participei faz pouco (diga-se de passagem, a melhor coisa que fiz nos últimos anos). Mais precisamente, neste post, quero falar das pesquisas xuxu beleza que eles fazem.

É válido pra quem quer entender melhor esse papo de inovação-criatividade-cultura ou pra quem já tá ligado (e apaixonado, como eu) no tema.

Não deixa de ser um presentinho, porque o material pode servir de oráculo:

*
Innovación en Cultura: Una Aproximación Crítica a la Genealogía y Usos del Concepto

* Nuevas Economías de la Cultura

Ps: Essa segunda traz uma citação do Guatarri na introdução e um case brasileiro.

quarta-feira, agosto 19, 2009

Talhadaço




Ele já está bombando nos blogs trendy.
Nate Page é o artista responsável por estas obras: revistas talhadas, ou melhor, esculpidas, exibindo diferentes camadas e criando uma textura incrível.

Page mora em Nova Iorque e está expondo sua obra na galeria Jen Bekman, que por sinal tem excelentes artistas no seu inventory...

quinta-feira, agosto 13, 2009

Lixuoso

Você é um artista recém formado. Ou um publicitário. Vive reclamando que não tem grana pra lançar aquele projeto, fazer aquela expo fantástica, aquela campanha bombástica, comprar material e alugar um ateliê. Pues venga. Alguém lá do mundo acadêmico pensou em você (por incrível que pareça).



O IED de Madrid oferece um curso de especialização de Creatividad Aplicada de Bajo Presupuesto. Ok, ok, tem que pagar uns tantos euros pra fazer o curso. Mas olha que legal é a proposta: ensinar jovens artistas e criativos a aproveitarem seu potencial para gerar obras e projetos envolvendo lixo - ou, pra ficar mais bonitinho, resíduos.

Uma solução para todos os seus problemas! E ainda ecologicamente correto! Iééé! E, ainda por cima, você será cool, porque a sustentabilidadena moda.

No programa tem arte urbana/espaço urbano, copyright/copyleft, software livre e conhecimento compartilhado, sustentabilidade na produção industrial, financiamento público e privado, módulos temáticos de moda, design, comunicação, artes visuais e mais, muuuito mais.

Completinho, né?
O curso conta com a parceria do coletivo basurama.


terça-feira, agosto 11, 2009

PIC NIC 2009: para inspirar



Artista? Publicitário? Programador? Psicólogo? Jornalista? Produtor cultural?
Se você tem qualquer interesse em Criatividade e Inovação, não pode deixar de ir no Festival PICNIC, que acontece entre os dias 23 e 25 de Setembro em Amsterdã.

O evento reúne profissionais multidisciplinares e criativos top do mundo inteiro pra falar, experimentar e inspirar o que há de mais interessante na indústria criativa.

Este ano, os "key topics" serão:
* Exploding Media
* The Next Economy: Social, Sustainable, Creative
* Life In Motion: Mobile & Me

Aproveita que tem um desconto até o fim de Agosto!

Nos vemos por lá.

Mão na massa


Foi mais uma das minhas 409 idéias: fazer um blog irmão do Pronto.Cortei (onde colaboro de quando em quando) e do Pronto.Calcei sobre unhas.
Eu e a Chapeleira Maluca sempre fomos meio obsessivas com essa história de mão bem feita. Desde pequenuchas, mamãe nos ensinou a fazê-las nós mesmas - provavelmente para economizar no salão. Funcionou. Viramos craques auto-didatas. Mas não manicures.

A idéia, então, seria criar o Pronto.Pintei ou alguma coisa do tipo. Poderia até ter uns posts de maquiagem, que as vaidosas aqui também curtem se pintar afú, fazer umas cositas diferentes.

Faltou tempo. As manas também têm (não entendo mais as regras de português, ainda tá certo o "têm"?) em comum o gosto pelo multi-tasking, se auto-denominam Múltiplas. Tocam uns 53 projetos ao mesmo tempo.

Passou o tempo e me deparei com um blog que é bem amorzinho, o Mão Feita (Não tire bife, ok?), exatamente na linha do que a gente tinha pensado. Lá, colaboradoras de vários cantos do país postam sobre esmaltes, dão dicas e fazem produções "passo-a-passo".

Nem precisa dizer que adorei a idéia.


sábado, agosto 08, 2009

Florence +The Machine - Drumming Song

E esse novo da Florence and The Machine?

Ui. Decepcionante. A Dazed and Confused fez um auê sobre o videoclipe, mas vamos combinar que essa coreografia... nada a ver com ela, né?

O figurino não está mal, mas também não muito inovador. Apostou pelos hypes bem batidos: luvinha à la Lady Gaga, body à la Beyoncé, ombreiras marcadas que estão por todos os blogs fashionistas mundo afora. Diz a stylist Aldene Johnson, que queriam um look com um "pop-meets-fashion edge". Hum. Só ficou a impressão de que ela couldn't pull it off.

Continuo sendo fã, só que agora... semi-desencantada.



Katy Perry - Hot and Cold: the best cover ever!

quinta-feira, agosto 06, 2009

The First Days of Spring, de Noah And The Whale

Quando ouvi “Blue Skies” de The First Days of Spring, minha reação foi a mesma de quando ouvi Quatro, dos Los Hermanos. Estranhei tanta lentidão. Cadê a alegria do álbum anterior? Mas, assim como los brasileños, esses inglesinhos sabem o que fazem. Não demorou muito para perceber que a suposta tristeza é na verdade uma melancolia esperançosa – aquela saudade doce, linda.

The First Days of Spring é diferente, sim, de Peaceful, The World Lays Me Down. E mais forte. A trilogia formada por “Instrumental#1”, “Love Of An Orchestra” e “Instrumental II” é, no mínimo, comovente. O disco fala de alguém tentando superar um coração partido (Charlie Fink se separou de Laura Marling, sabia? Além de namorada, ela fazia alguns vocais).

O folk-blues “My Broken Heart” diz tudo (”I saw my world cave in”) e Blue Skies diz mais um pouco: “This is a song for anyone who can’t get out of bed/I’ll do anything to be happy/Oh ’cause blue skies are coming/but I know it’s hard”. É deixar a lagriminha rolar no canto do olho pra depois enxugá-la.

O trailer do filme (sim, tem um) já pode ser visto no website oficial do grupo. E aqui ó:


The First Days of Spring Official Trailer from charlie fink on Vimeo.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin