quarta-feira, junho 20, 2007

Pá tropí abençoá por dê

A partir das minhas "vivências multiculturais": algumas culturas/nacionalidades são muito ingênuas. Seja para o jogo dos relacionamentos, para o tamanho da calcinha, para o sexo, amizades, o que for. Aliás, ouso dizer que nós brasileiros temos sim uma inteligência e sensibilidade afetivo-sexual muito aguçada. Chame isso de malandragem, jogo de cintura, ginga, lo que quieras, cariño.

Virá alguém rápido me acusar de estar generalizando, mas acredito mesmo que há uma tendência. Se pararmos para pensar, exercemos a malícia diariamente no nosso país tropical. Beijamos mais, transamos mais, paqueramos mais, roubamos mais, mentimos mais. Em linhas gerais, fomos criados num mundo bem mais "podrinho” e corrompido (sob o ponto de vista moral) que o da Europa. Com mais dificuldade, perigo e falta de disciplina. Por isso temos esse rebolado, nega! Sem querer chamar os brazucas de espertos ou liberais; não, não. Não é esse o espírito da coisa. Cada um com seu contexto histórico. Até porque o Brasil é cheio de culpas católicas e moralismos ridículos (como não fazer top less) que o fazem de uma terra cheia de hipocrisias e paradoxos. Trata-se de uma simples constatação que também serve de recado para amigos e amigas além mar: cuidado para não tropeçar na malandragem, como diriam os sábios Vermes*!

Às vezes, nosso quadril está lá longe e o gringo ainda não se moveu do seu eixo central. Nem sempre meia palavra basta. Nem sempre um olhar safado serve. Nem sempre uma piadinha funciona. Nem sempre um trocadilho explica. Eu sei, o preto no branco muitas vezes é sacal. Mas no estrangeiro, cumpadi, freqüentemente se faz necessário. Concordo que é mesmo engraçado ver a cara atônita dos durangos ao ver um requebrado. Saiba rir deles, explorar isso, mas não se esqueça de tirar a lição: a boa marcação também pode acabar com um drible. E por que nao aprender novos jeitos de jogar?

5 comentários:

Cariño disse...

isso isso isso....
só faltou a explicaçao do `*´
:)

petos.

Carol disse...

é pra ficar no anonimato mesmo...

Fabi disse...

Chamaria a ginga quase de "xenhenhê"... rsrsrrs.
Quanto ao caminhar... já diria a famosa musica em palavras gingadas: "...num doce balanço a caminho do mar...". Isso descreve o andar e a malícia da brasileira... e do nosso povo. Da calma e do olhar atento...

cintilante disse...

'jeitinho brasileirinho'
nos diminutivos que encontramos nossa cara
(de pau...)

Tina disse...

uau! assino embaixo.
:)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin